Um estado cheio de história, com uma cultura riquíssima e cidades lindas 
Com identidade cultural diversa, herdada de povos colonizadores, o Rio Grande do Sul é um dos principais destinos turísticos do Sul do Brasil. Do Litoral a Fronteira Oeste, do Chuí até as Missões, passando pela Serra Gaúcha, prestigiada nacionalmente, o estado oferece roteiros com belas paisagens, arquitetura renomada e gastronomia de qualidade.
Ao todo, 27 regiões convidam os turistas a mergulhar na história rio-grandense.
Palácio Piratini
A sede do governo, localizada na Praça da Matriz, em Porto Alegre, é um dos pontos turísticos mais visitados da capital. Com construção iniciada em 1896, o monumento de estilo neoclássico e materiais importados foi concluído somente em maio de 1921. Na parte interna, pinturas do italiano Aldo Locatelli adornam os salões e contam a história dos gaúchos.
Em 1986, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e, nos anos 2000, a edificação e seus bens ganharam a proteção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
Serra Gaúcha
A cidade de Gramado, na Região das Hortênsias, é um dos principais destinos para quem quer conhecer a influência alemã e italiana. A maior demanda da rede hoteleira é na estação mais fria, quando as temperaturas baixas prenunciam geada, ou neve, registrada com certa frequência. Canela e Nova Petrópolis são alternativas para conhecer mais sobre a região.
A cultura italiana é destaque nos Caminhos da Colônia, em Flores da Cunha e Caxias do Sul, e nos Caminhos de Pedra, em Bento Gonçalves. No encontro do território bento-gonçalvense com Garibaldi e Monte Belo do Sul, o Vale dos Vinhedos possui reconhecimento nacional. O local representa o legado histórico, cultural e gastronômico dos imigrantes que chegaram ao estado em 1875. Agrega a modernidade tecnológica das vinícolas e a infraestrutura qualificada de turismo.
Clima quente, trilhas abertas, paredões rochosos e morros também são atributos do território gaúcho. Entre as praias mais conhecidas e frequentadas do Litoral Norte e Sul estão Tramandaí, Capão da Canoa e Torres. Em Santa Vitória do Palmar, os banhistas podem se refrescar nas lagoas Mirim e Mangueira, e nas praias do Hermenegildo e Barra do Chuí, na fronteira com o Uruguai.
Conhecida popularmente como capital do Litoral, Capão da Canoa é formada por 11 balneráios. Farol da Solidão é um dos principais atrativos dos balneários pertencentes ao município de Mostardas, na região Sul do estado
 Molhes da Barra de Rio Grande, na região Sul, estão entre as maiores obras de engenharia oceânica do mundo.
Alguns dos cartões-postais mais antigos se encontram em São Miguel das Missões. O Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, patrimônio da humanidade, e o Museu das Missões, abrigam ruínas remanescentes do tempo em que os jesuítas chegaram ao Brasil, em 1549, trazendo a doutrina católica e os costumes europeus ao povo indígena que habitava o Sul do país.
Conheça outras atrações turísticas do Rio Grande do Sul.
Governo do Estado de Rio Grande do Sul
Foto: Divulgação