Caminhar ou fazer trekking  é um esporte mais que saudável além de fazer bem para o corpo a disposição e o desafio das longas caminhadas faz bem para o espírito.

Caminhar é uma atividade fascinante, faz bem ao corpo e a mente. O trekking é um esporte que pode ser exercitado em qualquer trilha, basta ter disposição e foco. O nível de dificuldade dependerá apenas da escolha do caminho.

Trekking é um termo originado na África do Sul e significa seguir um trilho, seguindo um percurso a pé. Mais que apenas caminhar, o trekking é um esporte de competição onde o atleta testa seus limites.

O exercício de caminhar é uma atividade física aeróbica que também pode ser praticado por lazer, basta colocar tênis confortável, roupas adequadas e se preparar para andar longas distâncias. Com a ajuda de um guia, escolha a trilha de acordo com o seu preparo físico e boa caminhada.

Trilhas em Minas Gerais

As caminhadas envolvem alguns desafios, como o percurso, duração da trilha, obstáculos no caminho, o clima e outros pontos que podem dificultar a caminhada. Por isso é importante sempre realizar o Trekking com um guia local experiente e se informar com antecedência sobre a trilha.

Confira algumas dicas de trilhas e regiões para trekking em Minas Gerais:

Serra Fina

Com um percurso de travessia difícil, o caminho é pesado e exige certo condicionamento físico do visitante, mas a linda paisagem faz valer a pena o esforço.

O percurso é de 30km, e devido a sua dificuldade costuma-se ser feito em 4 dias (3 noites) com pernoites no Capim Amarelo, Pedra da Mina e Três Estados.

Serra do Cabral

O percurso é de 40 km e o atleta o percorre em até dois dias inteiros, mas a maior dificuldade deste caminho é a temperatura alta da região.  A trilha é decorada pela fauna e flora da região que surpreende a cada passo.

Milho Verde ao Parque do Rio Preto

A trilha tem cerca de 65km e passa pela Serra do Espinhaço, e o trajeto é percorrido por três dias. A caminhada passa pelo Rio Jequitinhonha, a nascente do Rio preto, entre Milho Verde e o Parque do Rio Preto.

Foto: Divulgação

Comment here