Situado no sul da Europa, o mar Adriático separa a península itálica, a oeste, da península dos Balcãs. Um golfo estreito e alargado que forma parte indispensável do mar Mediterrâneo.

Cerca de 60% do mar Adriático banha território italiano. O resto dos países que estão ligados às suas costas são a Eslovénia, Bósnia Herzegovina, Croácia, Montenegro e Albânia. Os cruzeiros pelo Adriático pela Pulmantur desfrutam de grandes destinos turísticos, entre os quais Veneza e Dubrovnik, cidades conhecidas internacionalmente como “as pérolas do Adriático”.

Mas também, em seu redor, localizam-se outras cidades e destinos turísticos de grande interesse. Por exemplo Brindisi e Trieste, na costa italiana, que contam com várias maravilhas arquitetônicas que valem a pena descobrir; Zadar, uma bela povoação situada no norte da Croácia; e Kotor, em Montenegro, que se apresenta como uma cidade impregnada de tradição e história que oferece vistas panorâmicas incríveis.

Em todo o mar Adriático existem mais de mil ilhas, das quais 66 estão desabitadas. Estes territórios costumam ser compridos e estreitos, com terreno que se eleva de forma abrupta. No seu interior existem pequenas aldeias e cidades com um valor histórico e cultural de alto grau, com antigas mostras arquitetônicas e velhas tradições populares.

Estas populações e cidades pitorescas costumam encontrar-se, geralmente, envolvidas por uma paisagem idílica. A vegetação funde-se numa série de enseadas e maravilhosas baías, ideais para desfrutar de umas férias românticas ou em família. Não em vão, o cristalino mar azul do Adriático é um dos mais tranquilos e calmos do Mediterrâneo.

Precisamente, a costa ocidental do Adriático tende a ser mais tranquila que a oriental. É ali onde se encontram as melhores praias para ir em família e com crianças. A costa oriental é famosa pelo seu caráter escarpado e pelas suas águas cristalinas, perfeitas para uma escapadela romântica para navegar em cruzeiros que se deslocam entre as diversas ilhas.

O prazer de desfrutar de um cruzeiro que navega o Adriático é ainda maior quando descobrimos que a muitos destes lugares apenas podemos chegar em barco. Recantos virgens privilegiados que nos proporcionam um contacto íntimo com a natureza, afastados de qualquer ruído e rodeados de um cenário natural fascinante.

Mais informações aqui.